Como melhorar a performance da sua Internet Residencial

  • por
Ainda existem muitos problemas ligados à conexão wireless de Internet Residencial que são simples de serem resolvidos.

Atualmente ainda existem muitos problemas ligados à conexão wireless da sua Internet Residencial que são simples de serem resolvidos e que prejudicam a sua navegação.

Com a chegada das casas inteligentes no mercado nacional, é fundamental que a performance da sua internet esteja preparada para que você possa experimentar tudo que esse universo pode te oferecer. Ainda não tem ideia de tudo que você pode fazer em uma casa inteligente? Dá uma olhada em como ela pode te ajudar a economizar, melhorar a decoração dos seus ambientes e te ajudar a cuidar dos seus filhos. Hoje o nosso foco é em como melhorar a sua internet residencial, então vamos aos passos!

– Escolha do roteador
Segundo o Canal Tech, hoje em dia existem quatro padrões IEEE 802.11 para redes sem fio: a, b, g e n. Os padrões a e g conseguem transmitir informações em até 54 Mbps. Já o padrão b transfere dados com até 11 Mbps de velocidade. O padrão mais moderno e rápido é o formato n, que consegue transmitir e receber dados em até 600 Mbps.

Para conseguir atingir as maiores velocidades de conexão você precisa obter um roteador compatível com o padrão n e uma placa de rede em seu computador que suporte este formato. Sendo que as placas desatualizadas podem ser substituídas facilmente e por um valor bem acessível. Já os roteadores precisam ser substituídos por modelos mais novos que possuam esse padrão.

– Local de instalação
Após a escolha do roteador adequado, os usuários da internet residencial também precisam ter outros cuidados para que a sua conexão seja cada vez mais rápida. O primeiro deles é em relação ao local de instalação do roteador, pois qualquer obstáculo no meio do caminho pode interferir na sua cobertura. A melhor estratégia é colocar o seu roteador em um lugar alto, pois assim o sinal se expande para baixo e para os lados e ele fica livre de objetos ao redor.

– Proteção de sinal
Outro cuidado que você deve ter é em relação a proteção do sinal, ou seja, o uso de senhas fortes. Portanto, opte por um padrão de segurança mais avançado, como o WPA. Assim como qualquer senha, ela precisa ser de difícil acesso, sempre misturando números e letras. Também é aconselhado a alteração da sequência frequentemente, para evitar que outras pessoas identifiquem sua rede e possam tentar descobrir a senha.

– Uso de aplicativos
Jogos online, streaming de vídeo, programas de download e outras atividades que exigem conexão constante podem comprometer muito o sinal de sua rede Wi-Fi. Se em sua casa há várias pessoas que compartilham a mesma rede, é possível que algum aparelho esteja consumindo a maior parte da banda, limitando o uso da rede em outros computadores.

Uma das formas de resolver este problema é utilizar uma ferramenta que está presente em quase todos os roteadores Wi-Fi, o QoS. Com ele é possível priorizar a transferência dos dados por protocolos e também bloquear completamente algum programa que você julgue estar consumindo mais dados que outro.

– Reiniciar o roteador com frequência
Por fim, para que sua internet residencial tenha uma alta performance reinicie o roteador com frequência. Isso porque muitas vezes o aparelho pode travar por conta do aquecimento. Uma das sugestões é mantê-lo desligado durante períodos que ninguém costuma acessar a internet. Isso poderá melhorar a transmissão de sinal de seu roteador assim que você o ligar novamente, além de garantir maior vida útil ao seu equipamento.

Acompanhe nosso blog e nossas redes sociais como o Facebook, Instagram e LinkedIn para mais conteúdos que o ajudem diariamente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *