Umidade do ar, Internet das Coisas e a saúde

  • por
A umidade do ar está ligada à Internet das Coisas e influencia diretamente no nosso organismo, podendo até reduzir problemas respiratórios.

Vamos iniciar hoje, aqui no Blog da Pixel, uma série de textos que comprovam que a Internet das Coisas e a nossa saúde estão diretamente relacionadas. 

Você já deve ter reparado que geralmente junto com a previsão do tempo também recebemos a informação sobre a umidade relativa do ar. Ela é mais importante do que muita gente imagina, já que influencia diretamente no nosso organismo.

Segundo o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências), explica que a umidade relativa do ar é o quanto de água na forma de vapor há na atmosfera em relação ao total máximo que poderia existir na temperatura observada. 

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a umidade relativa do ar varia entre 50% e 80%. Por isso, quando o nível fica entre 20% e 30%, as regiões entram em estado de atenção e chega a afetar não apenas os humanos, mas todos os seres vivos do planeta, pois acaba dificultando a respiração.

O Ministério da Saúde adverte que é preciso que as pessoas com histórico de doenças no aparelho respiratório redobre a atenção em épocas que são conhecidas por serem muito secas ou extremamente úmidas. 

Você pode prever que o clima está ficando seco pelos próprios sinais que seu corpo apresenta. Sua garganta ficará irritada, o nariz pode sangrar e se você tiver doenças respiratórias (como rinite e asma) elas vão aparecer, além de dor de cabeça, sensação de areia nos olhos e pele ressecada. 

Resumindo, o corpo fica com menos água para trabalhar e todas as funções que dependem do líquido podem ser afetadas, deixando o organismo mais vulnerável. A baixa umidade do ar resseca nossas vias aéreas e compromete a produção de muco no nariz, por exemplo, o que pode facilitar a entrada de vírus e bactérias e facilitar o contágio de doenças.

Conheça os tipos de umidade do ar mensurada de duas formas:

  • Umidade absoluta do ar: é a quantidade total de vapor de água que existe na atmosfera;
  • Umidade relativa do ar: é a quantidade de vapor de água presente no ar, medida em relação com a atmosfera. Seu valor pode oscilar entre 0% (ausência de vapor d’água) e 100%. Quando em sua quantidade máxima, o ar fica saturado. O resultado é a chuva.

Para mudar a sua rotina e seus costumes, visando uma melhora significativa na sua saúde e reduzir os possíveis problemas respiratórios, acompanhe algumas dicas importantes:

– Consumir 200ml de água a cada duas horas

– Colocar toalhas úmidas ou recipientes com água pela casa

– Manter a pele hidratada

– Lavar nariz e olhos com soro fisiológico pelo menos 3 vezes ao dia

Certo, sabemos que essas ações que acabaram de ser listadas são ações práticas sem a presença de dispositivos da Internet das Coisas. Você pode estar se perguntando onde a Pixel TI entra para melhorar a sua qualidade de vida? 

Você pode monitorar a temperatura e a umidade dos seus ambientes e tomar decisões inteligentes para garantir o seu bem estar com o nosso aplicativo e-Comfort. Conheça o nosso sensor de temperatura e umidade: 

Controle a temperatura e umidade de onde você estiver. Ter essas informações na palma de sua mão ajudam você a manter a climatização do seu espaço sempre adequada.

E aí? Gostou de entender como a Internet das Coisas pode ajudar a melhorar a sua saúde? Acompanhe nosso blog e nossas redes sociais como o Facebook, Instagram e LinkedIn para mais conteúdos que o ajudem diariamente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *